INTERPRETAÇÃO DOS SONHOS – FREUD/PSICANÁLISE

Esse vídeo faz parte da série: Entenda os conceitos básicos de psicanálise em uma tarde.
Nesse vídeo falo alguns conceitos básicos sobre Interpretação dos sonhos, em Freud (PARTE 1).

TRANSCRIÇÃO DO VÍDEO:
Você já teve um sonho bem estranho?
Tipo aquele que você está com uma arma apontada para sua irmã? Aquela sua irmã mandona?
Aí de repente sai daquela cena e aparece você abraçado a sua namorada e um cachorro latindo ao lado?
Que estranho, né?
Nada faz sentido…
Mas faz
E é sobre isso que eu vou falar hoje.
Sobre Interpretação de Sonhos em Freud.
Você sabe o que é conteúdo manifesto?
É o sonho do jeito que ele aparece para você. É aquela imagem que você viu e lembra. É como você relata ele.
Ás vezes ele aparece sem sentido algum, as vezes ele aparece fragmentado.
Mas o real sentido dele geralmente você não sabe.
Você consegue identificar por que você estava apontando uma arma para sua irmã mandona? E por que veio a imagem da namorada em seguida? E o cachorro latindo?
Eu vou continuar, depois a gente volta, porque agora eu quero falar do conteúdo latente.
O conteúdo latente é o que o sonho realmente representa. É a significação dele. Isso se dá depois da análise do sonho através da associação livre. Só quem vai saber o real significado do sonho é o dono dele, o sonhador. Um psicanalista pode te ajudar te orientando, te conduzindo, mas quem vai saber ao final o que ele representa é você.
Segundo Freud o Trabalho do Sonho é transformar o conteúdo latente em conteúdo manifesto, com o objetivo de tornar o sonho irreconhecível.
Mas por que tornar o sonho irreconhecível? Qual o sentido? Qual a lógica?
O trabalho de análise é justamente descobrir o sentido oculto do sonho.
Uma das teses de Freud é que o sonho é a realização inconsciente de um desejo reprimido.
Então, quando a gente sonha, a gente está realizando um desejo. E o sonho usa alguns mecanismos para disfarçar a realização do desejo. Para que ele não se manifeste diretamente para você.
A condensação é um deles: Na condensação o sonho reúne vários elementos, várias imagens, em um único sonho. E é um dos fatores que faz com que fique difícil a interpretação do sonho do jeito que ele se manifestou.
O que veio no seu sonho? Você, arma, sua irmã mandona. Depois colado nesse sonho veio você e sua namorada. Depois veio o cachorro latindo. Várias situações diferentes em um sonho só.
O deslocamento é outro mecanismo que o sonho usa para realizar o desejo inconsciente. Ele substitui uma palavra ou imagem por outra parecida. Olha a arma! Olha o cachorro! Eles estão substituindo o quê? O que mais aí é substituição?
Na representação (que é outro mecanismo), o trabalho do sonho é transformar pensamentos em imagens.
O sonho, enfim, não é só uma realização de um desejo reprimido. Ele pode ser também restos diurnos. Pode ser a representação do que aconteceu no dia do sonho ou dia anterior.
Aí você pergunta:
Por que o sonho tem que ser tão camuflado?
Freud responde: A censura. Ele só deixa passar o que convém.
E o que não convém, o reprimido, aparece em forma de sonho, disfarçado. Disfarçado para não ir de encontro à censura, e é isso que é chamado de Formação de Compromisso.
Ou seja, na Formação de Compromisso, o inconsciente diz: ok, vou realizar teu desejo, só que disfarçado, por causa da censura.
Outra função do sonho é ser o guardião do sono. Você dificilmente desperta quando está sonhando.
Agora uma curiosidade: De acordo com Freud, a maioria dos sonhos, se bem analisados, revela a realização de desejos eróticos. Por isso a censura.
E existem também os símbolos no sonho, que servem para disfarçar o conteúdo latente, despistar a censura.
A maioria dos símbolos servem para representar pessoas; partes do corpo; e, principalmente as partes genitais.
E esses símbolos são objetos, como:
Uma bolsa aberta te diz o quê?
Uma flor?
Uma espada?
Uma arma?
Mas você não pode fazer uma interpretação literal. Você tem que ver o contexto. Tem que fazer uma associação livre para descobrir o real significado de seu sonho.
E seu sonho?
Você poderia interpretar (dependendo do contexto) que você queria ter relações sexuais (arma) com sua ex-namorada (que também era mandona), aí não pôde continuar o romance (olha a cena, você e sua namorada atual) porque um amigo metido, ficou enchendo sua cabeça falando mal dela (o cachorro latindo).
Fácil, né? Mas não sou eu que vou interpretar seu sonho, nem seu analista. Só você pode fazer isso, o máximo que seu analista vai fazer é te conduzir, te guiar. Quem sabe de seus desejos é você mesmo.
É isso,
Mais sobre Interpretação dos sonhos no próximo vídeo.

https://giorgiamatos.com/livro/
ASSINE O CANAL AQUI:
https://www.youtube.com/channel/UCUR4RHZ3iEfKw5X5tJWBrDQ
COMPARTILHE O VÍDEO:
https://www.youtube.com/edit?o=U&video_id=3QlPZq16lkI
BLOG: https://giorgiamatos.com/
FACEBOOK: Giorgia Matos
INSTAGRAN: giorgiamatos_psicanalista
E-MAIL: giorgia@giorgiamatos.com ; atendimento@giorgiamatos.com

Sigmund Freud – Die Erfindung der Psychoanalyse 1/2

Dokumentation (F 1997) Teil 1: Die Anfänge 1885-1914 Teil 2: Der Durchbruch 1914-1960 Der erste Teil hält drei wesentliche Etappen.

Dokumentation (F 1997) Teil 1: Die Anfänge 1885-1914 Teil 2: Der Durchbruch 1914-1960 Der zweite Teil schildert die Umwälzungen auf.

DIESES BUCH SOWIE DAS HÖRBUCH SIND NACH DEM DEUTSCHEN URHEBERRECHT GEMEINFREI DAS HIER ANGEBOTENE HÖRBUCH STAMMT VON LIBRIVOX DOT ORG UND WURDE VON FREIWILLIGEN EINGELESEN