CATÁSTROFE NA RELAÇÕES: QUANDO PETER PAN E WENDY CASAM

As Síndromes de Peter Pan e de Wendy são muito mais comuns do que você imagina. E uma pessoa Peter Pan casar com uma Wendy é comum também, mas acaba se tornando uma relação catastrófica!

Já falo a razão da catástrofe.

Antes vamos ver o que é a Síndrome de Peter Pan e Síndrome de Wendy.

A síndrome de Peter Pan não é uma doença, ao contrário do que muitas pessoas pensam. Ela acomete mais os homens, porém não é exclusividade do sexo masculino. Toda a pessoa que recusa aceitar as responsabilidades da vida adulta é um Peter Pan.

Vou listar os sintomas para ver se você se identifica, ou identifica alguém conhecido.

1. Costuma ser simpático e amigável.

2. Tem medo do fracasso, do abandono e da solidão.

3. Não consegue firmar compromissos afetivos duradouros.

4. Culpa sempre o outro pelos acontecimentos.

5. Não suporta críticas.

6. Normalmente é frio, apesar de ser sedutor.

7. Tem muita preocupação com a aparência.

8. Não é comprometido.

9. Exige altas doses de afeto e quer prazer com frequência.

10. Tem dificuldade em lidar com rotinas.

Já na Síndrome de Wendy a pessoa sente necessidade de atender e satisfazer a necessidade do outro para sentir-se mais amada. Normalmente assume o papel de ser mãe do companheiro ou companheira.

Vamos aos sintomas e espero que você não se identifique:

1. Cuida mais do outro do que de si mesmo.

2. Se doa tanto que pode adoecer, se abandonando.

3. Perfeccionista ao extremo, sente profunda culpa se o erro atinge o outro.

4. Assume culpas que não são suas e vive pedindo desculpas.

5. É dependente da aceitação do outro.

6. Possui alta carência afetiva.

7. Deixa o seu prazer, muitas vezes, para que o outro tenha momentos de prazer.

8. Não estabelece limites com facilidade.

9. Alimenta sempre a esperança da mudança do outro.

10. Gosta de ter controle sobre a vida do outro.

E porque falei que é uma relação catastrófica?

A relação Peter Pan e Wendy é complexa, pois o nível de frustração é alto para os dois, pois Peter Pan é um poço sem fundo de necessidade de prazer e Wendy é um poço de carência afetiva.

Normalmente a pessoa Wendy adoece, pois vai rebaixando muito sua autoestima, acaba vivendo refém do medo de perder o outro, por vezes se fragiliza tanto emocionalmente que precisa de ajuda, precisa “ser cuidada”, forçando a pessoa Peter Pan a exercitar algo que não consegue, principalmente por muito tempo.

Como Peter Pan precisa de muito afeto, de muita doação, acaba exaurindo o outro com o passar do tempo. E quando Peter Pan é convencido a ter filhos, aí normalmente a Wendy acaba assumindo tudo e fica ainda mais difícil ter energia e saúde para suportar toda a rotina.

Wendy normalmente quer ter filhos, pois tem a expectativa que Peter irá crescer com isso. O que é claro, não acontece. A não ser que Peter se trate e que eles façam terapia de casal.

Ao longo destes 32 anos de atuação em psicologia clínica e organizacional acompanhei muitos casos de Peter, de Wendy e muitos casais Peter e Wendy. E, se puder dar um conselho agora para você, é: se você se identificou, busque mudanças, pois é muito mais saudável.

Relações saudáveis são aquelas onde cada um mantem sua individualidade e o casal forma uma identidade de casal, onde o respeito pelos limites um do outro, a cumplicidade, a empatia, a valorização, a gentileza, o amor, o saber perdoar, se fazem presentes.

Relações saudáveis são aquelas onde os dois crescem, somam, amadurecem, aprendem, compartilham. Como sempre digo, relações sem via de mão dupla, não são relações. Vínculos afetivos saudáveis são os que os espaços são preservados, onde a comunicação clara é exercitada, onde o interesse é mútuo…

Se você conhece alguém com estes sintomas, compartilhe o artigo, você pode estar ajudando na mudança da vida de alguém querido, para muito melhor.

Grande abraço!

Deixe uma resposta