Entenda qual é o papel da psicanálise

A Psicologia, assim como muitas outras profissões, possui diversas áreas de atuação e, entre elas, está a Psicologia Clínica. Nessa área específica, trabalha-se três grandes linhas de pensamento para compreensão do homem: a Comportamental, Humanista e a Psicanálise.

Hoje vamos falar sobre a Psicanálise! Você sabe qual o papel seu papel na busca pela saúde mental? Conhece sua origem, conceitos e seu objetos de estudo? Acompanhe esse post e entenda como essa ciência pode ajudar na compreensão e desenvolvimento do equilíbrio nas pessoas!

O que é a Psicanálise?

A psicanálise é uma ciência que, através da investigação da mente, busca caminhos para compreensão e superação dos distúrbios nervosos, fobias e traumas. Para isso, ela tem como princípio básico a relação entre os comportamentos/sentimentos e desejos inconscientes.

Isso quer dizer que a psicanálise busca analisar o que há no subconsciente, para compreender e propor caminhos para a solução dos distúrbios, através do acesso a instintos, impulsos e anseios, considerados fontes da energia para a execução de ações e sentimentos.

Como surgiu a Psicanálise?

Essa ciência teve início na década de 1890, com os estudos do médico neurologista Sigmund Freud. Ele buscava um tratamento efetivo para seus pacientes acometidos por sintomas neuróticos. Ele acreditava que esses desequilíbrios tinham origem na falta de aceitação cultural gerando, assim, a repressão dos desejos inconscientes e fantasias de ordem sexual.

O objeto de estudo da psicanálise é o inconsciente: ele é a fonte de energias, desejos reprimidos e velhas lembranças. Através da análise por associação livre, a pai da psicanálise estudava criteriosamente até mesmo os sonhos próprios e os dos seus pacientes.

Desde do surgimento da teoria de Freud, a psicanálise desenvolveu-se em maneiras e caminhos diferentes. Por isso, atualmente, há diversas escolas dessa mesma ciência.

Psicologia x Psicanálise x Psiquiatria: qual a diferença?

Muitas pessoas têm dificuldade de entender as diferenças básicas entre a psicologia, a psicanálise e a psiquiatria. Contudo, essa confusão é normal, afinal as três áreas, embora distintas, trabalham para o alívio do sofrimento mental.

Conheça os objetivos de cada área e entenda suas diferenças de abordagem e tratamento.

Psicologia

Trata-se do estudo das relações humanas e seus comportamentos. Nos cursos de Psicologia, os alunos têm uma formação holística, tanto das principais teorias e abordagens terapêuticas, quanto de questões fisiológicas do corpo humano.

Psiquiatria

É uma área da Medicina que atua nos transtornos mentais através da administração de remédios específicos. Nesse caso, para se exercer a profissão, é necessário passar pelo curso de medicina e, mais adiante, por uma especialização ou residência em psiquiatria. Estuda-se, na universidade, linhas de psicoterapia como a psicanálise.

Psicanálise

É um terapia que tem como princípio fundamental a análise do inconsciente humano. A psicanálise pode ser praticada tanto por psicólogos, psiquiatras ou por outros tipos de profissionais que tenham passado pelo curso preparatório em uma das Sociedades Brasileiras de Psicanálise.

Saúde mental: qual o papel da psicanálise?

Nos centros e hospitais psiquiátricos, cada vez mais cresce a procura por psicanalistas clínicos. Isso porque o seu trabalho é primordialmente compreender o diagnóstico do paciente e orientá-los na melhor maneira de tratamento. Neste caso, a contribuição e colaboração do paciente é de extrema importância para o sucesso terapia e cura dos transtornos.

Enquanto os psiquiatras, que já atuam na área da saúde mental a mais tempo, tratam somente os sintomas decorrentes dos distúrbios e transtornos. A psicanálise atua de maneira mais efetiva, através de vários recursos terapêuticos, buscando sanar a raiz do problema para se alcançar a cura.

Deixe uma resposta